159 Visualizações |  Curtir

Como Trabalhar em Cruzeiros

Mas afinal, como é trabalhar a bordo de um cruzeiro? Melhor, como é fazer parte da tripulação? Será uma vida bebendo algumas piñas coladas de uma espreguiçadeira na beira da piscina, enquanto conhece o mundo inteiro e garante vários amigos?

Bem, se sim, não parece uma experiência ruim, não é mesmo?

Trabalhar em cruzeiro não é estar de férias

Essa é, normalmente, a rotina (de boa vida) que muitas pessoas buscam quando pensam em trabalhar em cruzeiros.

Mas, mesmo não querendo cortar a sua empolgação, preciso ser sincero, está enganado se você pensa que trabalhar num cruzeiro é como se estivesse de férias.

As agências querem pessoas que trabalhem arduamente

Tanto é que existem várias agências que estão buscando profissionais que estejam dispostos a trabalhar arduamente de seis meses a um ano em navios de cruzeiro.

Há muita gente disposta a trabalhar duro para viajar o mundo

E, obviamente, muitos aceitam o desafio. Até porque, receber um salário e ainda conseguir viajar o mundo inteiro sem precisar pagar nada, parece até um presente.

Mas, essa é a teoria, né? Porque, na realidade, não é assim, um mar de rosas.

Então, se você, assim como milhares de pessoas, está pensando em trabalhar em cruzeiros, mas possui algumas dúvidas em relação ao trabalho a bordo, o salário e a folga, continue lendo esse artigo e esclareça todas as suas dúvidas, combinado?

Vale a pena trabalhar em cruzeiros?

Essa é a questão que todos querem resposta. Depende, mais depende muito. Porque é algo pessoal, e sendo assim, você precisa saber as vantagens e desvantagens para que consiga avaliar se é válido para você.

Desvantagens de trabalhar a bordo

Trabalhar em cruzeiros é como todo trabalho, você está ali para pegar no pesado e fará isso. Então, conte com o fato de que precisa estar preparado, tanto fisicamente como psicologicamente, para passar por longas horas a bordo e em pé.

Trabalhar sem folga

Também é interessante ressaltar que você não irá ter direito a muitas folgas. Um exemplo interessante que prova isso, é o fato de um tripulante mais antigo não achar incomum passar cerca de 100 horas semanais por 15 semanas seguidas trabalhando sem parar.

Enjoos e emoções negativas

Você terá enjoos até se acostumar com o balanço da embarcação no mar e, para completar, também não é inédito que você se sinta um pouco triste e deprimido depois de tantos dias embarcados sem contato com família e amigos.

Além disso, é bom pensar bastante se vale a pena passar por situações, como:

Barulho

Ter que dormir com som alto e gritos dos passageiros em dias de festa, depois de você ter passado por um dia de trabalho exaustivo.

Não ter tempo para você

Você não terá mais direito de passar dias que a sua única companhia será você. Não que você não possa, mais sempre terá um passageiro tentando conversar ou pedir algo.

Trabalhar seguido

Você poderá correr o risco de trabalhar 8 meses sem um dia de folga.

Comida não vai ser a melhor parte

As comidas dos tripulantes são bem menos glamurosa que dos passageiros. E não, será difícil de você comer pratos caríssimos e assinados por chefes.

Afinal..pode nem conhecer o mundo mesmo

Dependendo de como esteja categorizado o seu trabalho, você não poderá desembarcar em portos e muito menos passear por áreas para não tripulantes sem estar trabalhando.

Mas, esse é apenas o lado negativo.

Depois de mencionar tantos fatores complicados de trabalhar em cruzeiros, você pode estar um pouco assustado. Porém, é como eu disse, não deixa de ser um trabalho só porque você está num verdadeiro “point de férias”.

Vantagens de trabalhar a bordo

Vantagens de trabalhar em cruzeiros
Numa contrapartida, trabalhar em cruzeiros é passar por uma experiência que você nunca viverá igual.

Acredite, não é só de trabalhar e dormir em lugares tão apertados como um nicho de armário que vive um tripulante, você também pode ter algumas regalias nas suas horas vagas.

Regalias exclusivas para a tripulação

Um exemplo? Os navios possuem comodidades disponibilizadas apenas para os tripulantes, como decks privados, banheiras de hidromassagem, bares, academias e até mesmo salas de jantar.

Além desse espaço disponível apenas para a equipe que está em serviço, você ainda conta com algumas outras vantagens, como, por exemplo:

Festas

Você sempre terá festas para participar.

Pode fazer bons contatos pessoais e profissionais

Você sempre estará em contato com a equipe de tripulação e com os passageiros, fará bons amigos e também poderá fazer contatos profissionais, porque não?

Descanso durante o dia e trocas de pessoal

Você não terá folga, mas terá várias horas durante o dia para descanso e também contará frequentemente com a troca de funcionários.

Você não terá custos

Mesmo alguns salários sendo parecidos com os que você conseguiria em terra firme, você não terá custos com hospedagem, comida, transporte e saúde. Então, no final, você terá uma boa grana.

É como viver um intercâmbio

Trabalhar em navios é como se você estivesse em intercâmbio. Já imaginou poder trabalhar, festejar e viver com mais de 60 nacionalidades diferentes?

Grupo de oficiais

Se você estiver dentro do grupo de oficiais (dançarinos, músicos, vendedores e caixa) você pode assistir shows, estará livre para estar entre os tripulantes e poderá descer nos portos.

Decidir se vale a pena, depende só de você

E então, agora que você já sabe todas as vantagens e desvantagens de trabalhar em cruzeiros, entende o motivo de eu falar que depende muito de você, se vale a pena trabalhar em cruzeiro.

Com base nessas informações, eu te aconselho a analisar com bastante calma. Até porque nenhum trabalho é simples, quem dirá um em que você fica por meses em alto mar, né?

O salário para trabalhar em cruzeiro é atrativo?

Salário para trabalhar a bordo de um cruzeiro
Claro que, sem contar com a experiência, o salário é o segundo fator que determina se realmente é válido.

Mas, estou aqui para dizer que dentro de um cruzeiro, as possibilidades são muitas. Começando pelos ganhos, que o valor dependerá do que você fizer, mas como você não terá despesas, mesmo sendo pouco, passa a ser muito. Dá só uma olhada:

  • O garçom, com as gorjetas, consegue ganhar cerca de R$5.000 reais;

  • O assistente de garçom, com as gorjetas, consegue ganhar cerca de R$4.000 reais;

  • Com o serviço de quarto você consegue ganhar R$2.300 reais;

  • Sendo camareiro consegue ganhar cerca de R$3.500 reais.

Esse é o valor convertido aproximado só para que você tenha noção, mas os pagamentos são realizados em dólar.

Requisitos para você conseguir trabalhar em cruzeiros

Requisitos para trabalhar em cruzeiros
Sim, para trabalhar em cruzeiros você precisa estar dentro dos requisitos. E, mesmo que você pense que poderá ter diferença de um cruzeiro para outro, saiba que não, vale para todos esses requisitos.

Checklist para se candidatar a cruzeiros

  • Você precisa falar inglês, já que estará lidando com vários turistas. Se fala mais de duas línguas, ótimo, vantagem para você;

  • Os candidatos precisam ter entre 18 e 45 anos para conseguir trabalho em cruzeiros;

  • Precisa ter experiência na área em que deseja atuar no cruzeiro;

  • Se já morou no exterior por conta própria, conte para os empregadores. Isso é considerado uma demonstração de maturidade.

Onde concorrer a vagas de trabalho em cruzeiros

Decidiu que quer mesmo trabalhar em cruzeiros? Ótimo! Agora, só basta saber como conseguir o emprego, certo?

Para ser tripulante e embarcar nessa nova aventura, você precisa buscar empresas que realizam recrutamento.

As melhores empresas para trabalhar são:

Como é o recrutamento?

O processo é relativamente simples, as empresas vão te chamar se caso o seu currículo estiver de acordo com os requisitos essenciais para trabalhar em cruzeiros.

Entrevistas costumam ser presenciais

Com você selecionado, a empresa mandará o seu currículo para o representante da companhia e você será chamado para entrevistas, que são comumente presenciais.

É necessário fazer os cursos STCW

Depois da entrevista, você precisará fazer dois cursos STCW, que engloba segurança nos navios e proteção nos navios e, para concluir, precisará pagar o custo da formação que é aproximadamente R$1.000 reais.

E fazer exames e consultas clínicas

Além dos cursos, você precisará passar por exames e consultas por clínicas indicadas pela companhia, mas não se preocupe, será reembolsado posteriormente.

E depois dessa maratona, você, finalmente, irá embarcar.

Conclusão sobre trabalhar em cruzeiros: A opinião de quem já trabalhou na área?

Como todo trabalho, a formação de opinião é diferente para quem passou por boas e quem passou por más experiências, concorda?

Opiniões contraditórias

Levando isso em consideração, já ouvi muitos tripulantes definindo o trabalho em cruzeiros como uma mistura do ensino médio com a prisão. Como também já ouvi tripulantes dizerem que trabalhar em cruzeiros foi a melhor coisa que já aconteceu em suas vidas.

É um trabalho muito exigente

De qualquer forma, algo que ambos concordam é que não tem como negar que esse trabalho é extremamente exigente, fazendo elevar o nível profissional.

Será uma oportunidade para crescer

Como as exigências são grandes, você precisa aprender muito enquanto estiver a bordo. Além de crescer como pessoa, já que você estará em contato com pessoas de todos os tipos, nacionalidades, formas de pensar que.

Querendo ou não, você aprenderá a respeitar, ser tolerante e paciente.

Se você deseja ter uma experiência de trabalho internacional, veja ainda o que escrevemos sobre: