59 Visualizações |  Curtir

Vai para a Copa do Mundo na Rússia? Qual moeda levar e como comprar

Levantamento do comparador meucambio.com.br mostra que comprar euros e trocar por rublo no país europeu pode render economia de 1,5 mil reais

Copa do Mundo Rússia

Copa da Rússia: moeda tem de ser comprada aos poucos para evitar prejuízo com eventuais altas 

(Wavebreakmedia Ltd/Thinkstock)

São Paulo – Falta pouco mais de um mês para o início do maior evento de futebol global, a Copa do Mundo. O torneio começa no dia 14 de junho e quem vai para o país europeu ver os jogos in loco deve ter cuidado para não perder dinheiro na hora de comprar moedas para levar na viagem.

Isso porque a Rússia não faz parte da zona do euro, e a moeda local, o rublo russo, é vendida por poucas corretoras no Brasil.

De acordo com levantamento do comparador de moedas MelhorCâmbio.com, apenas oito corretoras vendem a moeda em São Paulo, três no Rio de Janeiro e outras três em Belo Horizonte. É importante ressaltar que entre as instituições que vendem a moeda russa estão grandes redes, como Cotação e Confidence Câmbio, que começaram a negociar o rublo russo em outubro do ano passado.

Além de poucas corretoras venderem o rublo russo, o que impede uma maior competitividade de taxas, o custo da importação da moeda é maior, explica Mathias Fischer, diretor de estratégia e inovação de outro site que compara preços de moedas, o meucambio.com.br. “As corretoras importam a moeda diretamente da Rússia. O percurso mais longo torna o frete mais caro”.

Exame.com